terça-feira, 16 de novembro de 2010

enquanto isso, na sessão infantil...


Ou, 
O Menino Que Descobriu Sua Sexualidade Cedo Demais,
ou,
Então Seu Filho É Uma Boneca,
ou,
Péssimas Idéias Para Crianças Curiosas,
ou,
A Vassoura Suja na Ponta Errada,
ou,
Aprendendo a Montar: Um Guia Prático Para uma Futura Louca

P.S.AIMEUDEUS a sinopse é ainda melhor:

Da contracapa do livro,
"Como todos os outros, ele nascera madeira, a seiva da terra em utilidade transformada. Um simples cabo de vassoura, que exatamente por ser simples, sentia e ouvia, falava e não era ouvido senão por aqueles que lhe eram mais próximos e semelhantes. E amou, com todas as fibras de suas células, os que precisavam do carinho que dele transbordava. Pobre e sofrido cabo de vassoura, em "cavalo" transformado, e tão necessitado de afeto na hora da despedida, no momento da mudança, no receio de ser trocado por brinquedos mais modernos. Um cabo de vassoura um tanto gente... e quase sempre melhor que muita gente..."
Morri.

6 comentários:

  1. HAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHHAHAHAHAHA

    Eu vi um livro na Cultura esses dias que me deixou louca pra colocar no blog. Logo logo faço isso xD

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahahhaha a descrição consegue ser melhor que a capa!!

    ResponderExcluir
  3. Esse não é aquele filme que o cabo de vassoura é um portal do inferno, e aí ele seduz, ama e mata?

    ResponderExcluir
  4. Hahahahahahahaha, nossa, que pérola.

    E não perca, da mesma coleção: "Memórias de um cabo de panela" e "Memórias de uma colher de pau".

    ResponderExcluir
  5. Em breve, da mesma coleção, "Memórias do Meu Primeiro Vibracall".

    Minha parte favorita da descrição é a do "receio de ser trocado por brinquedos mais modernos", hahahahhahhaha

    ResponderExcluir