segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Natal (sem) Luz

Todos os anos, na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, acontece o Natal Luz. A cidade inteira se transforma num espetáculo natalino de luz e cor e decorações de encher os olhos.

Natal Luz em Gramado
Já na minha casa, após um temporal de dez minutos na madrugada de sexta para sábado:

"Eu ganhei uma coisa peluda!"
"Esse é o gato, filha!"
Dez minutos de fúria divina, vinte e quatro horas sem luz. A companhia elétrica estava respondendo a QUATROCENTOS chamados na cidade. Sabem o que é isso? Falta de planejamento. Ao menos foi esse o problema na minha rua. No começo do mês alguma empresa terceirizada passou uma tarde podando as àrvores de uma metade da quadra da universidade (que fica em frente à minha casa). Os galhos ficaram duas semanas largados na calçada até que (depois de muita reclamação) foram recolhidos às 3h da manhã de segunda ou terça da semana passada. As árvores restantes não foram podadas. Foi um galho de uma destas árvores que caiu na fiação e deixou um monte de gente sem luz, e fez com que boa parte dos quatrocentos quilos de comida que cada um compra pro Natal estragasse.

Vai ver isso tudo foi só pra lembrar as pessoas de que o Natal não existe por causa de um senhor de barba branca e roupa vermelha viciado em Coca-Cola.

"Papai Noel é o caralho! Meu nome é Nicolau!"
Às 23h30 de sábado a CEEE chegou para finalmente fazer o conserto, podou as árvores que faltavam, e cortou junto um cabo telefônico! Nada como profissionais bem treinados! Bom, eles também não podiam ser os únicos* recebendo reclamações no Natal, não é mesmo?

* A correção ortográfica do Blogger sempre me propondo questões filosóficas: a palavra "único" deveria ter plural? Segundo eles, não.

E parabéns ao mano G-Zus pelo seu suposto aniversário.


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Oh no! Esqueci o dia da Jane!

How rude!
Querida Jane,

Dia 16 foi aniversário foi seu e eu esqueci!!!

Que vergonha! Que absurdo! Que impropério! Que Indignidade!

Em minha defesa, é tudo culpa do estado mental semi-vegetativo e de total depressão que é parte tradicional dessa rotina de fim de ano. Afinal, quem não deseja que o mundo exploda pelo menos umas duas vezes por dia no mês de Dezembro?

Estou recém acordando de uma espécie de coma cultural, um período em que não li nada de útil*, não vi nada de interessante, não fiz nada estimulante. As coisas devem melhorar quando passar a fatídica "festa" de amigo secreto da empresa, e eu recuperar um pouco a vontade de viver.

Acho que tudo se resolve na semana que vem, quando 2010 estiver no último vagão do trem acenando pra gente e gritando "Perdoooooooaaaaaaaa.............. ............................................................................BRINKS! Quero mais é que vocês se f...!"

... E acho que ajuda se eu tirar a Sinéad O'Connor e Radiohead da minha playlist.

Jane, este ano prometo me dedicar mais a este blog! E entre outras coisas que pretendo fazer aqui estará o prometido texto sobre você. É que não quero fazer feio falando sobre algo que gosto tanto.

Então, até mais Jane! Feliz aniversáro atrasado, um maravilhoso Natal e um ótimo ano novo, que sua obra continue conquistando seguidores assíduos e que continue aumentando a Armada de Austen, que é muito melhor que a de Dumbledore, pois nosso amor é mais bem fundado!

Todo meu afeto,

Pinu

*Aparentemente, o corretor ortográfico do Blogger não conhece a palavra útil. Vai entender.